quinta-feira, 1 de setembro de 2016

A causa dos Fogos em Portugal - O Eucalipto e a desvalorização do material lenhoso

"Desde que plantaram o eucaliptal na encosta, a fonte secou!..." Pois é o eucalipto consome muita água, pois tem um crescimento muito rápido e uma folhagem extensa, quando passa o fogo queima por fora e por dentro continua branquinho, pronto para ir para a fábrica da celulose. E ainda melhor, o terreno está "limpo" e desimpedido para arrastar os troncos para a camioneta. O melhor ainda é o lucro que dá, pois junto do pequeno proprietário o madeireiro desvaloriza o material queimado, "não dá para nada", só dá trabalho"...mas depois vai vendê-lo à celulose que paga ao kg. O lucro é óptimo!!! Danos colaterais, humanos e ambientais? Aquecimento global? Destruição de habitats? O que é isso comparado com o lucro que vou ter? E o trabalho garantido para todo o Inverno?
E assim continua-se a queimar a floresta de eucalipto em Portugal, e o proprietário que ainda não percebeu que não tira lucro nenhum daquela monocultura que lhe consome o solo, só tem despesa a mandar limpar e plantar mais e mais eucalipto, e não se apercebe que está a gastar dinheiro para fabricar papel de madeira queimada, sim porque o fogo vai de certeza passar antes do corte das árvores verdes, e posto por quem? Quem paga avionetas? Quem pega fogos em várias frentes? Acidente? Demência? Porque não se fala na verdadeira razão dos incêndios? De quem tem lucro com o negócio dos incêndios? Só é notícia quando encontram o bêbado, o demente, o bombeiro, e os outros?
Quem os ateou? Porque nunca é notícia a apreensão de um madeireiro incendiário?
Qual é o interesse de manter o público na ignorância?
Para alimentar o grande negócio da celulose! Que aumenta o PIB do País!!!
E que é pago pelos próprios proprietários...






A única maneira de se acabar com esta calamidade é impedir a fábricas de celulose de comprar troncos queimados e pôr a ASAE a tratar disso, em vez de irem  para a praia apreender vendedores de bolas de Berlim!(?)




Note-se que o Eucalipto foi melhorado pelo homem para ser o que é. Estudos universitários, investigação. Apoios do Estado, bolsas de estudo, quer para investigação e melhoria do produto, quer para os apoios para plantação ao proprietário, quer para modificar a legislação sempre a favor do eucalipto. A legislação desde 88 mudou e muito . Começou de mansinho, a medo, quando ainda havia manifestações ambientalistas contra a árvore, começou por preservar as linhas de água, a RAN, a REN, agora não! É à descarada! Vale tudo, vai tudo a eito! Até incultos, até terrenos que não são tratados...eu não posso querer que cresça o carvalhal no meu terreno, corro o risco que plantem eucalipto por pensarem que está "abandonado"!!!


Com as máquinas destrói-se toda a vegetação natural, abrem-se socalcos sem sustentação, em solo muito inclinado o terreno fica a nú e exposto à erosão e ao ravinamento. A pouco e pouco toda a paisagem é comida pela mancha verde metálica do eucalipto que depois se torna escura e depois castanha e preta...os mosaicos agrícolas, o sustento do homem desaparece e ele vai para as cidades ou emigra em busca de outro sustento que a terra ciclicamente queimada não lhe pode dar....e o Estado assiste a tudo isto e nada faz, porque serve o negócio da exportação da celulose, as normas da CEE e os apoios Comunitários que nas entre linhas dizem: plantem, plantem eucalipto, povo estúpido e ignorante, que se vende por tão pouco...e se perde para sempre....



Sem comentários:

Enviar um comentário